MENU

domingo, 25 de novembro de 2012 - 17:58F-1

TRI IN SAMPA (22)

SÃO PAULO (por partes, merece) – Vettel não estava num bom dia hoje, coitado. O adversário queria o caos. Ele, apenas um dominguinho tranquilo, daqueles de almoçar na sogra, comer um pudim, ver o Faustão e, depois, um futebolzinho. De noite, uma pizza sem inventar muito, meia aliche, meia mussarela, uma olhada nos gols do Fantástico e cama.

Mas Alonso tem pacto com o capeta. Foi ontem à noite a um pai-de-santo e comprou o pacote Platinum — caro, diga-se, ainda mais para estrangeiros, que pagam em euro (cartão, só de débito). Tinha as opções do Silver (chuva, pit stop demorado e drive-through), Gold (garoa, defeito no KERS, indisposição estomacal, pneu furado), Gold Plus (os itens anteriores, mais dividir freada com Maldonado e primeira volta perto do Grosjean). Mas foi direto no Platinum, que deixou o pai-de-santo assustado. “Precisa de tudo isso, mizifio?”. “Todo, señor padre-de-santo. Hace todo, lo pacôte complêto, sien dó, quiero todo.”

“Hómi ruim”, pensou o pai-de-santo, e encomendou o trabalho completo, o Platinum — algo que nem aquele outro piloto meio calvo cujo nome ele já não lembrava pediu para o outro queixudo alguns anos atrás. Esse pacote, que o guia espiritual achava que ficaria encalhado para o resto da vida, um erro de marketing, continha chuva dez minutos antes do início, largada ruim, espremida do companheiro de equipe, batida por trás na primeira volta, ficar na contramão de frente para o Petrov e o Karthikeyan, cair para último, pista seca e depois molhada de novo, rádio defeituoso, pit stop na hora errada, demora para trocar pneu, disputa com Kobayashi debaixo de tempestade e pódio garantido para o contratante.

Alonso saiu do terreiro certo de ter feito um bom investimento, ainda mais quando soube, por Schumacher, que o serviço era garantido. Foi Michael quem indicou. “Comprei o Silver dois anos seguidos, não era muito caro, tinha só pane hidráulica e pane seca, na época essas coisas eram mais simples, mas funcionou muito bem”, contou o alemão no jantar, ontem à noite, e passou o cartão amarfanhado do pai-de-santo para o espanhol, onde se lia, também, num inglês meio tosco, “I bring your love back in two days or you money is devolved”.

Bem, o piloto da Ferrari não pode reclamar da execução do trabalho. O pai-de-santo entregou tudo direitinho, exatamente como prometia o pacote Platinum. Só não contava com a incrível persistência da vítima escolhida, que resistiu à espremida do companheiro, à batida do desastrado brasileiro, aos barbeiros de frente para ele na contramão, ao mau trabalho da equipe na parada, ao rádio que deixou de funcionar, à chuva, a tudo.

Sebastian Vettel passou por cima de todos os azares que um candidato a título pode ter numa única corrida. Chegou em sexto. Alonso foi o segundo, tendo ganhado o posto por cortesia — natural — do companheiro. Button venceu, por ter sido, ao lado de Hülkenberg, mais uma vez, o cara que entendeu melhor a hora de colocar pneu de chuva e voltar para slicks. Quase um paulistano, esse Button. Hülk quase ganhou, mas bateu em Hamilton, foi punido e terminou numa gloriosa quinta posição.

Alonso, El Reclamón de Las Astúrias, fez um campeonato excepcional. O melhor de sua vida, provando que é possível executar um bom omelete sem ovos. Perdeu o título em dois acidentes sobre os quais não teve controle algum. Ficou a três pontos do alemãozinho, que se tornou o mais jovem tricampeão de todos os tempos, 25 anos, colocando-se ao lado de Fangio e Schumacher no seletíssimo clube de pilotos que venceram três campeonatos seguidos.

Interlagos fez uma decisão digna de sua história e da história da F-1. Uma corrida fantástica, definida por Nelson Piquet, no pódio, como a mais emocionante que viu na vida. Um espetáculo.

O esporte determina que só pode haver um campeão. OK, ficou com Vettel, que merece todos os elogios do mundo. É um fenômeno. Pela juventude, carisma, frieza, capacidade, simpatia. Se ficasse com Alonso o título, também estaria OK: combativo, persistente, talentoso, forte, líder.

Mas é só um que leva. Ao vencedor, as batatas. Ao perdedor, os aplausos. E ficamos todos bem.

160 comentários

  1. José Henrique Farah disse:

    ÚNICO SENÃO; VETTEL NUNCA PRECISOU DO COMPANHEIRO PARA CONSEGUIR OS PONTOS….!

  2. Acarloz disse:

    Vettel – matador. Nem pai de santo resolve…

  3. Alan Borghini disse:

    Na volta 16 o Vettel estava colado no Alonso e depois cozinhou a corrida. Que humilhada que ele deu no espanhol.

  4. Michele disse:

    Ótimo texto! Só discordo ao qualificar o Vettel como carismático. Acho que ele tem quase zero de carisma. Ele passa a imagem de um menino comum. Mas o Messi também é um menino comum e dizem que o Neymar é carismático, então isso não importa muito.

  5. Nelson disse:

    O texto foi ótimo como sempre!!!!!

  6. Alberto disse:

    Um grande campeonato do Vettel, que infelizmente alguns tentam reduzir apenas à genialidade de Adrian Newey. Deve ser desanimador sair de um carro campeão e dominante como o de 2011 para um carro apenas médio, como foi a Red Bull na primeira metade do campeonato. E ele conseguiu, marcando pontos de forma consistente, e com eficiência próxima a 100% no momento em que teve um canhão nas mãos. Fico imaginando para onde vai a confiança desse rapaz agora, vencendo um título dessa maneira. Tem apenas 25 anos mas já carrega uma larga experiência; já ganhou títulos tendo que buscar o adversário na última corrida, dominando do começo ao fim e, por fim, administrando uma diferença de forma dramática e tendo que se recuperar de um início de prova infeliz, a exemplo do que fez Senna em 1988. Acho que poucas coisas vão conseguir abalá-lo depois de tudo isso que aconteceu, será só um reforço positivo para sua trajetória campeã na F1.

    Alonso fez um ótimo campeonato com um carro médio do início ao fim. Largadas incríveis, uma consistência em corrida comparável à de Alain Prost e com raríssimos erros, me impressiona muito os resltados que esse cara consegue nas corridas, muitas vezes saindo de posições de largada desfavoráveis. Talento puro. Mas tenho dúvidas se voltará a ser campeão tão cedo, não vejo no horizonte da Ferrari um carro rápido o suficiente. Entra ano, sai ano e os problemas se repetem, desde o fim da 2008. O carro nunca é redondo no conjunto. Talvez o caminho seja a notória confiabilidade do carro, ou quem sabe em 2014, fazendo um motor muito superior, que compense suas deficiências. Veremos.

    Aguardo com entusiasmo a participação de Hamilton no próximo ano, para mim é um dos gênios da pilotagem na F1 de todos os tempos. Será interessante vê-lo em outros ares, se não se desanimar com um início de campeonato provavelmente difícil, terá chances de se reerguer junto com uma equipe de grande nome, feito que nem um heptacampeão conseguiu. Será um grande desafio. Mas para isso terá que estar com a cabeça leve, sem se abalar psicologicamente com o companheiro de equipe ou com as dificuldades do carro. É o piloto da minha torcida.

    Acho que todos nós, que gostamos de F1, temos sorte de poder assistir a esses caras. Em uma época na qual muito se fala de pilotos pagantes, aerodinâmica e o diabo a quatro, não tenho dúvida de que temos o privilégio de presenciar o momento de maior excelência técnica da F1, com pilotos de altíssima qualidade do começo ao fim do pelotão. Abraços e até 2013.

    • Alvaro S. disse:

      Alberto. Escreveu um bom texto.

      Acredito que a partir do meio para o final do campeonato deste ano, a Mercedes parou de investir em melhorias, pois ela caiu muito de rendimento em relação ao começo do ano. Afinal, já era uma tarefa impossível alcançar o quarto lugar da Lotus no campeonato de construtores. Por isso acho que já estão focando no campeonato de 2013 a muito tempo. A contração milionária do Hamilton evidência isso. Se depender do currículo de Ross Brawn, que com a Brawn GP ganhou o campeonato por ser a equipe que mais se adequou seus carros com o regulamento daquele ano, acredito que a Mercedes vai disputar com os grandes. Acho que realmente voce pode ter boas expectativas para o Hamilton.
      Mas, como voce mesmo disse sobre as qualidades do Vettel, ano que vem, tenho a impressão que dará ele novamente.
      Abraços.

  7. Luciano disse:

    Nossa quanta viagem nesse seu post, Flavio. Acho que é você quem deve ter algum pacto com o Dick Shumacher, diante dos predicativos que você atribui ao alemão de forma muitas vezes insensata, tornando-o muito parecido com o “narrador oficial” quando comenta sobre algum brasileiro no esporte. Eu chego a acreditar que você isso por birra dos fãs do senna. Mas fã é fã, caro Flávio. Você é jornalista. Você e muitos da mídia automobilística se dirigem ao Alonso como Choronso. No entanto, esse comportanto do espanhol de chorão parece não existir mais, haja vista os comentários dele após perder ontem, e em outras oportunidades. O massa, além de massacrado é muito mais chorão. Até hoje reclama do Nelsinho no caso Singapura, atribuindo-lhe a responsabilidade pela perda do campeonato em 2008. Mas vocês da mídia são verdadeiros manipuladores de opiniões e são capazes de fazer vilão virar mocinho e mocinho virar vilão. Não é mesmo, Flávio!?

  8. Hermann disse:

    Concordo plenamente.. Realmente foi uma ótima temporada, belas corridas e o campeonato ficou, ou permaneceu com quem mereceu… Ótimo piloto, ótima equipe,, um carro espetacular.. Mas Alonso se mostrou forte, tirando por vezes água de pedra, e uma Mclaren que deve vir forte para 2013.
    Texto perfeito!

  9. Anderson Moran disse:

    Puta Merda… que texto…

  10. Ricardo Bigliazzi disse:

    Vettel Campeão… taí um cara de “sorte”… é bom pararem de falar que o sortudo é o Alonso…

    Imperador

  11. Magno Maia disse:

    R-I-D-I-C-U-L-O
    KKKKKKKK muito legal o texto, sua imaginação é muito fertil.

  12. Eduardo Schmidt disse:

    Discordo em apenas um dos pontos, acho que ALO foi responsável pelo abandono do Japão…espremendo RAI para fora…apenas isso!!! Tbm deixou escapar a vitória em Abu Dhabi e em Barcelona…

  13. rafael pestana disse:

    Flávio, parabéns! Já acompanho seu blog a muitos anos e este é o melhor de todos. Nem os posts sobre o Gola profonda ou aquela série dos quemagomas foram tão brilhantes quanto isto! Abraço

  14. Francisco Hidalgo disse:

    Espetacular como sempre.

  15. KATHY LIMA disse:

    FG Que texto!!! Para a melhor temporada o melhor texto, parabéns!!!
    Vettel Corpo Fechado/Carro Fechado… Muita Luz para o verdadeiro Tri Campeão
    E os três melhores pilotos no final com os Três primeiros lugares… PERFEITO!
    Que venha 2013 a Primeira Temporada na Era de Aquário… Que venha KIMI

    Ice Kiss

  16. Alexandre disse:

    Memória curta o Piquet, em 2008 foi muito mais emocionante…. E aindafalou isso na frente do Massa, que gafe Piquet.

    E outra coisa Piquet, falou mal do Massa e ficou no pódio puxando o saco dele….

  17. David Mattos disse:

    Post sensacional!! Hahahaha.
    Abraço.

  18. Sérgio Santana disse:

    FG (nem sei se você gosta de ser chamado assim), a corrida foi quase tão boa quanto o seu texto. Parabéns!!!

  19. Gabriel disse:

    Flávio, desta vez voce se superou e confirmou que alguns pilotos querem e são campeões na base da mutreta.
    Parabéns pelo ótimo texto .
    Podem dizer o que quiserem mais o melhor piloto da atualidade é Vettel,
    É tricampeão sem precisar de mutretas.
    Parem com esta história de melhor carro, Pois as Mc. Larens que os “entendidos” diziam que eram os melhores carros ficaram em terceiro no campeonato e tinham 2 campeões pilotando.
    Choronso só ganha na sacanagem ou com ajuda do escudeiro, desde que estava na Renault.
    E se o carro era tão ruim não iria subir ao pódio tantas vezes.
    Por fim o Senna sobrinho ao declarar achar normal as mutretas da Ferrari se candidatou ao posto do Massa e hoje ratificou o pedido. batendo no Vettel. Fez sua parte, paciencia se não deu lá muito certo.

  20. Ron disse:

    Ótimo! Muito engraçado.
    Acho que o pacote do Alonso não deu certo porque o pai-de-santo percebeu que o cheque do espanhol era do Santander (onde ele, o pai-de-santo, talvez já tivesse tido algum problema mal-resolvido em relação às tarifas) ou porque o Vettel comprou um pacote VIP de corpo f…, digo, carro fechado.

  21. Jackspeed disse:

    corridaça!!!não entendi o acerto da Ferrari do alonso, pela má classificação achei que el fodon ia voar no aguaceiro, nem uma coisa nem outra, não foi bem nem no seco nem no molhado, agora vou criar uma frase para a posteridade:”carreras son carreras”, traduzindo: tudo pode acontecer, alonso esteve perto do título mas o santo de vettel é forte, vai ter sorte assim lá em munique!!

  22. Jean disse:

    Para alguns, mesmo que antes considerassem Alonso mais piloto que Vettel, agora não consideram mais, afinal, 3 > 2.

  23. TEDESCO disse:

    Ao longe, no motorhome da Ferrari quem passava (torcida comemorando o tri de Vettel )ouvia. – Pai-de-Santo filha-da-puta! Me enganou o safado!- dizia entre lágrimas Fernandinho o Dick Vigarista das Astúrias – ele me prometeu que não tinha como o Tião escapar daquele pacote. -Desgraçado do Schumacher ! Deve estar rindo as minhas custas! Todos a sua volta aproveitaram para xingar o maldito alemão (mais um!). Foi então que Fernandinho soltou uma gargalhada. Todos se olharam sem entender nada. – O Pai-de-Santo se fodeu! O dinheiro que paguei a ele era falso! Hahahahahahaah! Gargalhada geral!Esse Fernandinho é realmente um garoto de futuro.Desce o pano.
    Brincadeiras a parte, muito legal o texto do Flavio, parabenizo-o pela criatividade e não pude deixar de aproveitar a deixa. Quanto a corrida, foi daquelas de internar cardiacos. O ínicio foi sensacional com os ferraristas comemorando (antes do tempo) quando o Vettel viu o mundo ao contrário. Mas hoje ele estava com a sorte dos campeões, e ai meu amigo com os deuses ao seu lado e com extrema competência, habilidade e sangue-frio conseguiu colocar os nervos no lugar e partiu para a luta numa corrida que parecia conspirar contra. Webber mostrou que é um amigo-da-onça e expremeu o que pode o Tiãozinho que quase sambou. Enquanto isso Massinha ajudou o que pode Alonso, de todas as maneiras possiveis, um verdadeiro substituto para o Barrichello. Aliás a nota destoante foi ver o Barrica em Interlagos fazendo cavadinha para correr em alguma dessas equipes de enésimo escalão. De doer. Parabéns a Vettel, se alguém ainda tinha duvidas elas acabaram na chuva de Interlagos.
    PS: Por fim, não menos importante, a segunda despedida de um Mito: Michael Schumacher.
    Vai em paz Schumi, dever mais do que cumprido. Quem viu, viu, a partir de agora só no YouTubbe. Ninguém conquista sete, eu disse SETE TITULOS MUNDIAIS, sem ser um gênio nas pistas, e parafraseando Getúlio poderia dizer : ” Saio hoje das pistas para entrar para a história!” E quem puder que faça melhor! Chupa essa Fernandinho!!!kkkkkkkkkkkkkkkkk
    PS2: Vem cá Flávio é impressão minha ou o que aparece naquela foto é um Trabant? Será possivel?

  24. marcus amorim disse:

    Pô cara, você é f…….! que show de texto. \chorei de rir……

    abraço

  25. Fêttel é voda disse:

    Essa do pai-de-santo-pacote-platinum-vip-plus-personalité foi ótima! Tava tudo conspirando contra, mas mesmo assim o alemãozinho conseguiu, he he he. Caiu pra último e, já pela décima volta, já estava em 6°. E vem neguinho aqui dizer que o cara é o menino mimado que só ganha porque o carro é o melhor, é brincadeira… “Ah, mas o Webber abriu pra ele passar”, porra, o Webber chegou na frente dele, não influiu em nada!

    FG, como sempre, tua análise é brilhante. Também achei despropositada a punição ao incrível Hulk, totalmente sem querer. Di Resta foi totalmente apagado pelo alemão neste ano.

    E esse lugarzinho do Petrov valeu uns cobres pra temporada que vem pra Caterham. Talvez com certa injustiça, visto que a equipe verde não continuou evoluindo como havia feito até ano passado. Neste ano a Marrussia andou muito próxima e, por vezes, à frente.
    Espero que o Razia tenha alguma chance, e espero também que aposentem o Bruno Senna, que já desperdiçou duas boas chances. Esse Grosjean também, vou te contar…

    Será que o mercado japonês é tão desimportante assim hoje em dia? Não interessa ao Bernie arrumar uns patrocínios pro Koba? Mexer uns pauzinhos e encaixá-lo em algum time? Quando finalmente aparece um piloto japa bom, ninguém dá uma força??? Não dá pra entender esse distanciamento japonês, por maior que seja a crise…

    Mas foi meio constrangedor o pódio hoje, não? Nelsão entrevistando Massa e Alonso, diretamente envolvidos no Cingapuragate de seu filho (o primeiro, prejudicado; o segundo, favorecido)… Não sei como anda a relação entre os Piquet e os Massa, mas, sei lá, poderiam ter escalado o Emerson ou o Rubinho… Se o pódio fosse Vettel, Hamilton e Button, por exemplo, sem problemas… Melhor ainda se fosse o Joel Santana o entrevistador!

    • J Fernando disse:

      Foi constrangedor nada.
      Piquet torceu contra o espanhol. E ainda esclareceu que sabia o que ele estava sentindo, pois perdeu o campeonato de 1986 na última corrida, por causa de uma troca de pneus.

      Me parece que o entrevistador é escolhido ANTES do pódio de uma corrida e não depois.

  26. war disse:

    Foi muito gratificante o título ter ficado com Vettel. Um piloto com todas as boas características de um campeão (aquelas que se presume de um campeão).
    Seria muito ruim, em todos os sentidos, caso Alonso saísse campeão. Suas características são deletérias; tem um raciocínio torto quando o assunto é “como chegar à vitória”. O pior de tudo é que seu exemplo de esperteza torta deturpa o próprio sentido da expressão: COMPETIÇÃO.
    Alonso não é competitivo no sentido positivo da palavra, o é no sentido negativo. Isso é ruim!
    Além do que, está mais do que na hora de pararem com essa história de que Alonso tinha um carro ruim. Ora, basta ver a performance de Massa para ver que a Ferrari tinha sim um carro competitivo. Alonso é que (na reta final do campeonato) estava seguidas vezes menos competitivo que o próprio Massa. Tanto que precisou ultrapassá-lo sob ordens, culminando com o caso do lacre, que foi deplorável porque prejudicou vários pilotos que estavam em posições melhores na pista. Esse é Alonso!
    A Ferrari estava competitiva. Alonso é que estava mais focado em criar artimanhas que em pilotar seu carro. Esse é Alonso!
    Para finalizar, no treino classificatório, em certo momento Reginaldo Leme soltou algo mais ou menos assim: “Alonso está pressionando os fiscais para que fiquem atentos à Vettel, querendo com isso forçar alguma punição a Vettel para que ele perca posições no grid”. Galvão não falou um “a”, mudou de assunto e a conversa morreu. Esse é Alonso!
    Na corrida de hoje. Vettel contou com a sorte ao se envolver num acidente e sair com o carro em condições de competir. Contou com o talento ao fazer corrida de recuperação numa pista molhada. Mas, para Alonso e sua dor de cotovelo monumental, Vettel tem a sorte de ter um bom carro. Esse é Alonso!

    • rafael pestana disse:

      Parabéns War. O comentário sobre a figura do Alonso e o que a conduta dele representa para a competição foram muito bem colocados. A existência de pessoas que se negam a enxergar esta faceta de Alonso (excelente piloto, mas caráter deturpado) deixa claro que conceitos como ética, como moral estão em declínio na nossa sociedade. Abraço

  27. Gustavo disse:

    Que corrida……não consegui nem ir no banheiro durante a corrida….isso porque eu tava entupido de Nova Schin……o Globo, pede patrocínio pra Brahma,,,,,ou a Stella…….Schin num da…..não tenho a certeza do que vou falar, pois quero assistir a corrida inteira depois pela TV, mas o alemão véio deu uma mão pro alemão mais novo heim……praticamente abriu no lago e a hora que o Koba veio ele ficou trancando o cara……foi isso mesmo????

  28. Paulo Pinto disse:

    Os Deuses da Velocidade estavam com o alemãozinho. É a herança espiritual que ele herda de Top Seven.

  29. Valmir Passos disse:

    Realmente foi um corrida sensacional. Em todos esse anos que acompanho F1, não me lembro de uma final como essa. Incrível. Título mais que merecido.Alonso é um gênio, mas Vettel mereceu!!!

  30. Jr. disse:

    Não sou puxa-saco, mas seu texto agora foi show!!! Ri litros!!! O título ficou em boas mãos. Vettel superou tudo hoje, até falha de rádio, para ser campeão. MERECIDÍSSIMO!!!

  31. Carlos Ribeiro disse:

    Diz para mim que você foi irônico. Do contrario vou ter que admitir que você eh lesado.

  32. Carlos Cleber disse:

    Vettel. Tri campeão em uma equipe que nunca tinha ganho corrida antes dele fazer parte do time. Alonso reclama de uma equipe que deu 5 títulos seguidos ao Shumi.

  33. SIMÃO disse:

    Que corrida FG… que corrida espetacular !!! E este texto tá espetacular tbém… comédia
    Parabéns pro Vettel e vc.

  34. Edu disse:

    Poema:
    Massa fez mais do que sonhou.
    Alonso mais do que pensou.
    De Vettel o título quase escapou.
    E Bruno Senna barbeiro ficou.
    Fim.

  35. Ótimo texto, Flávio! Mas faltou mencionar o momento MITOLÓGICO de Kimi Raikkonen tomando um “caminho alternativo” em Interlagos.

    • Pedro Paulo disse:

      kkkkkk, realmente foi mítico, primeiro tenta pegar um caminho alternativo pra pista, fica sem saída, depois faz o “zerinho” pra voltar e depois sair catando cavaco na grama foi demais, coisas do Kimi rsrs

  36. Pedro Araújo disse:

    ô gomes, pega esse texto e emoldura na parede, meu rapaz.

    e coloca junto com alguma memorabília dessa corrida.

    que corrida!!!!!

  37. Alexandre - BH disse:

    Pai-de-santo picareta. Garantiu que o Vettel tava amarrado.

    http://morningbounce.files.wordpress.com/2009/01/redbull2.jpg?w=500&h=375

  38. Tailor Jr. disse:

    Sabe, tive mais um privilégio em minha vida, assistir essa corrida espetacular, suei nas mãos, deu dor de barriga, ri de nervoso…. só a F1 faz isso comigo.

  39. Pedro Simoes disse:

    Poxa eu não entendo por que o torcedor brasileiro chama o Alonso de Dick Vigarista: Primeiro – Dick nunca ganhava, segundo ele é melhor e pronto. Uns choravam quando ganhavam. outros se fazendo de vitimas de companheiros de equipes malvados.

  40. Raquel disse:

    Flavio, texto incrível. Ri muito, pra variar!
    Acho que o Schumacher entregou o mesmo cartão pro Seb e ele acertou com o pai-de-santo o Seguro Proteção ao Pacote Platinum, mais caro ainda que o pacote propriamente dito.

  41. Claudio disse:

    “Button, quase um paulistano”… acho que não. Ele dirige bem demais pra ser considerado um paulistano.
    Os boletins diários de transito não me deixam mentir.

  42. Clayton Duarte disse:

    Acho que tudo que havia a ser comentado acerca da genialidade de Vettel e Alonso já foi dito. Gostaria de destacar o vencedor dessa corrida: Button (até passa um pouco desapercebido por conta do tri do Vettel). Nas três temporadas em que ele dividiu os boxes com um piloto veloz como Hamilton, ficou atrás na pontuação final em duas. Mas na soma de todos os pontos dos três anos, ele venceu: 672 a 657. Ele pode não ter a velocidade de outros pilotos do grid, mas é incrível como ele compensa isso com inteligência. É notável a capacidade dele de fazer a leitura correta de todos os acontecimentos de uma corrida e tirar proveito disso. É um cara que vai dar bastante trabalho ano que vem caso a McLaren continue lhe dando um carro competitivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>