INSENSÍVEIS

SÃO PAULO (pulhas) – E o Ministério dos Transportes não dá a menor pelota para os cidadãos que se mobilizam para salvar o Museu do Automóvel mantido pelo Roberto Nasser com recursos próprios.

Pediram o prédio para guardar documentos antigos, desprezando a importância cultural do local, seu acervo, seu papel na vida de Brasília.

O prazo para esvaziar o prédio, que contém também a maior biblioteca do país sobre automóveis, expira amanhã. Todo mundo grita, escreve para deputados e autoridades, e ninguém responde, ninguém quem saber de porra nenhuma.

Para onde vão os carros? O que fazer com a biblioteca? Custa ouvir a sociedade? Ah, custa. Dá um trabalho danado.

Descaso total com a história. Nota zero para o governo federal.

Tags: , ,

44 respostas a INSENSÍVEIS

  1. Ricardo Bigliazzi disse:

    Já te falei… vamos abrir um ONG para cuidar do Museu. Os caras são doidos por uma ONG.

    Grana facil sem precisar comprovar nada com nada.

    O unico cuidado que teremos que ter é com a poderosa PIG que anda a estragar o jogo de alguns lá no Planalto Central.

    Imperador
    “Ironic mode ON”

  2. Betobage disse:

    Mais um crime contra a história do automóvel.
    Aqui no Sul a petezada tomou conta de uma universidade particular (ULBRA) e a primeira ação para salvar a universidade foi desmontar todo o acervo de um BELO prédio de 04 andares construido especificamente para ser um museu do automovel. Acabram com todo o acervo existente de carros, motos, aeronaves, caminhões, carros de combate, relógios antigos, videos (tinha um cinema tbm), objetos e acessórios.
    O prédio das oficinas que possuia um estoque de peças e veiculos a serem restaurados tbm deve ter tido o mesmo fim.
    Sabe como é: museu, carros isso é coisa de gente endinheirada…..não é o público desta turma …..salver o festival das “bolsas”

  3. Tiago Mio disse:

    Seus filhos de uma p…. o que custa vocês acharem outro local para guadar esses documentos. “O brasileiro tem memória curta”.

  4. Lemo disse:

    O governo prefere um museu de papel velho do que um de carros antigos. Vai entender…

    Passa tudo pra PDF e já era…. kkkkkkkkkkkkk…. ou eles não conhecem digitalização?

  5. Rafael Linhares disse:

    com o fim do museu do automovel vao criar o museu da corrupcao, abrigando arquivo morto da RFFSA e DNER, atual Dnit.

  6. Maia disse:

    Gomes, com seus super contatos e fontes bem informadas, penso que seria uma boa linha de investigação apurar se o desalojamento do museu do automóvel não seria um passo para outra utilização do terreno. A especulação imobiliária em brasília é fato conhecido, mas a área pode ser de interesse para a construção de hotéis ou outros prédios relacionados á Copa. Seria bom saber se o terreno é da União ou do Distrito Federal. Se for do DF, ele pode estar incluso dentre aquele que o governo pretende vender para financiar as obras da copa.

  7. Acarloz disse:

    Estão preocupados investigando o oitavo ministro ladrão… Alegarão que não têm recursos disponíveis no momento pra esse projeto, porque tudo foi direcionado pra construir estádios em vários cafundós por aí, que ficarão às moscas logo depois dessa bosta de copa do mundo…Ou seja, tudo a mesma merda, políticos não servem prá nada, façam como eu, não votem em ninguém… melhor omisso do que cumplice… Phoda ….

  8. Jorge Diehl disse:

    É uma pergunta boba, mas será que o Piquet não se interessaria em ceder um espaço seu para o Museu? Ele acabou de comprar um Renault Rabo Quente na exposição em São Paulo e deve ter interesse em ajudar a preservar um patrimônio destes.

  9. mario disse:

    É comovente, estamos com um governo de esqueda sempre preocupado com o social e seus dados culturais, que pode deixar isto acontecer.
    Ao que parece, carro não é mais uma coisa só de “burgues”, Lula proporcionou o carro para a maioria do povo.
    Então é temerária esta postura : assim como Stalin , apagar a memória( no caso a automotiva) para os que agora chegaram ao desfrute do “auto”.
    Democracia pressupõe ouvir opinião da maioria, e não descer decretos de cima para baixo.

  10. Poderiam trazer o museu pro RIo de Janeiro e colocar dentro do autódromo que será construído em Deodoro.

  11. Luiz Morais disse:

    Caro Flávio, acontece que mandar e-mail ou fazer campanha em twitter e facebook não dá em nada. Poderia ter enviado uma nota para a VEJA, aí sim sáiria alguma coisa. Por sinal, era bem capaz de deixarem o museu lá e derrubarem o ministro e os secretários juntos.
    A única coisa é que não sei se a nota seria bem vinda partindo do blogueiro em questão.
    Sem ironias.

    Abs.

  12. Ronaldo disse:

    A culpa é nossa, povo, e dos donos do museu. Moro em Brasília desde que nasci e nunca fui no museu. Fiquei sabendo que ele exisita pelo seu blog! Adoro carros e estou em todos os eventos; as exposições de carros antigos estão sempre lotadas. Agora nossos museus são abandonados, todos, TODOS!!! Não é só Brasília, já rodei o Brasil de mochila e nunca achei mais de meia dúzia nos museus que fui.

    É muito fácil reclamar quando está tudo na merda, mas o máximo que esse pessoal fez pelo museu foi reclamar no seu blog. Mais tarde vamos saber quantos foram lá defender o espaço. Não vou, não sei onde fica.

  13. Clezio Soares da Fonseca disse:

    A nossa indignação é geral, aqui nesse país, “ninguém” (políticos) leva nada a sério a não ser o seu próprio bem ($$$), Tudo o que dizem, são balelas para ludibriarem o eleitorado, vejam os exemplos quando dizem que vão investir na educação, saúde, infraestrutura, eles estão investindo na educação dos próprios filhos matriculando-os em escolas paticulares caras ou enviando-os para estudarem fora do país; na saúde, quando tem uma dor de barriga vão para os melhores hospitais sem precisarem ficar nas filas de espera de atendimento ou aguardando os médicos aparecerem para só olharem na cara e receitarem uma dose de buscopan e depois te mandar para casa sem especular mais nada da causa da dor; sobre a infraestrutura, podem ver as mansões e castelos que compram ou mandam fazer, tudo isso com dinheiro público de orçamentos superfaturados e que depois jogam nos impostos que temos que pagar que é para cobrir os défits do governo. Gostaria de sugerir uma idéia: que tal montar esse museu aqui em Diadema-SP, pois temos muitos galpões vazios de empresas que deixaram o município por causa dos altos custos de impostos e falta de política para manter as empresas e empregos aqui. Aqui, que pariu a 1ª administração política desse governo dos trabalhadores, há 30 anos atrás e hoje essa cidade está se tornando uma cidade dormitório, pois as poucas empresas que restam não geram empregos suficientes para a demanda, restando apenas um caminho: bajular algum político para conseguir um cargo comissionado na área pública e por refém os munícipes que arcarão com os impostos.

  14. JT disse:

    Aí vemos no programa partidário em rede nacional o seguinte slogan:

    “Mobilize-se”.

  15. Ernesto Longhi disse:

    Cara, como é que vão fechar um museu?!? Têm coisas que não dá pra entender mesmo.

  16. Flávio disse:

    É triste o descaso do Brasil com sua história. As montadoras não se preocupam em contá-la com museus, que pelo seu porte, quase nada custariam para elas, ao contrári odo que fazem nas matrizes. O Museu da Ulbra acabou para pagar parte infima da dívida com o INSS da mantenedora, era maravilhoso. O Museu de Brasília vai pelo mesmo caminho pela insensibilidade de quem deveria incentivar iniciativas dessa natureza. Pena…

  17. Ricardo Arcuri disse:

    Conservar acervo historio? No Brasil? Posso começar a rir?

    Por essas e outras que falo aos amigos que, nao importa quem coloquemos la em cima, as coisas vao continuar as mesmas. E sou repreendido e chamado ate de fascista por isso. Logico que quem o faz nem sabe o que é fascismo…

  18. Burn Baby Burn.. disse:

    Segundo a matéria do Globo “O ministério alega que precisa do espaço para armazenar documentos de órgãos já extintos”

    Caralho, já fazem 40 e poucos anos que o homem chegou na lua e tem gente guardando papéis burocrátricos em depositos em brasilia??? rsrsrsrsr

    Que coisa interessante.. na antiguidade as pessoas microfilmavam os documentos, hoje qualquer criança de 7 anos escaneia uma foto ou documento em uma HP caseira e posta no seu face.. rsrsr..

    Caralho porque não virtualizam este monte de documentos, e depois não armazenam em um HD do ministério dos transportes.. e deixam o museu em paz..

    Caralho.. governo é assim, só usa tecnologia para pegar inadiimplentes do fisco..

    De resto..vai tudo no tacape, na machadinha, no sinal de fumaça, e na guarda de papeis velhos e mofados.

    E estas maravilhas mecânicas que duraram décadas que se fodam???

    Ridículous…..

    • Burn Baby Burn.. disse:

      Em tempo..

      Agora.. o landau do Jucelino que está no mausoléu, tem todos os mimos, de tempos e tempos tiram o carro dão polimento etc.. e devolvem o carro,,

      Sim o caro do presidente responsável pela criaçáo da cidade..

      Mas carros lendários são lendários independente do presidente que o uilizou, e no museu que querem desativar existe um que também um carro foi igualmente usado por vários deles..

      Logo cuidam do que é valioso para eles não para a comunidade…

      MINHA SUGESTÃO

      Brasilia é uma cidade que não possui visibilidade para um museu assim.. precisávamos de um super hiper mega museu do automóvel..e teria que ser na terra do automóvel..São Paulo..

      carros antigos.. carros de nossos antigos pilotos.. tudo em um lugar só..com infra estrutura, nada daqueles maçantes museus depósito como este de brasília

      com praça de alimentação , videoteca, arquivo on line , audio visuais como o museu da linguá portuguesa.., maquinas de simulaçáo, play ground com motivos automobilisticos, audiovisuais.. e claro todas as carruagens landaus, carros a vapor. a explosão automóveis e bólidos que fizeram a história do brasil, conceitos como o FeiX3 da faculdade FEI, DKW, FUSCAS, AEROS PUMAS. F1 do emerson piquet rubens copersucar.. a carreteiras do passado

      è foda mesmo… o Povo Americano é que sabe ganhar dinheiro com este tipo de coisa, alipas até competiçao de cuspe a distancia dá dinheiro nos EUA

      Aqui é tudo bem mambembe e ensebado como nosso museu de história natural..

      Revoltadíssimo… fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  19. Lemos disse:

    Lamentável . . .
    compartilhei no Facebook . . . .
    Sinceramente, politico é uma raça que se profissionalizou . . . só sabem fazr isso . . . não estão nem esquentando com o povo, só pensam em seus proprios interesses . . . o povo que se lasque, infelizmente brasileiro é burro mesmo, fazer o que . . . vota errado . . . e depois reclama da classe politica . . .

  20. Júlio Lima disse:

    Bem, não tenho opinião formada sobre esse assunto especificamente. Moro em Brasília a menos de um ano e ainda não fui ao museu (e, pelo jeito, dancei, não vou mais).

    Mas, perguntei a mais de uma pessoa que gosta de carros (e estão aqui há mais tempo do que eu), e me disseram que o espaço vive às moscas. Acreditam que isso acontece por dois motivos: 1) poucos itens no acervo; e, 2) quase nenhuma divulgação.

    Se for isso mesmo, então o pessoal do museu tem que fazer um mea culpa também pois, se fosse um espaço com uma boa taxa de visitação, então não teria problemas de manter-se lá ou de conseguir outro lugar.

    • Ernesto Longhi disse:

      Júlio, museu é História. Quando eu morava em Passo Fundo tinha um na antiga prefeitura que só tinha máquina fotográfica, máquinas registradoras de 1900eoutubro e uns ítens da Batalha do Pulador (Maragatos – federalistas Vs Pica-Paus – Republicanos). Fui UMA vez com a escola há quae 20 anos atrás e o museu tá lá ainda. O problema é que existem pessoas que pensam História é só aquela escrita nos livros.

      • Júlio Lima disse:

        Ernesto, concordo com você. Acho que os museus têm que ser mantidos, independentemente de qualquer coisa. O que acho que pode ser criticado é o fato do Museu do Automóvel, até pelo fato de, nesse caso, ser uma coleção particular, não ter se tocado de dar visibilidade a si próprio.

        Até pra citar um caso oposto, cito um pequeno museu de Gramado, cujo nome agora me escapa, mas que visitei quando fui àquela cidade. O que os caras de lá fizeram? Colocaram o museu deles nos roteiros turísticos da cidade. A gente chega lá e o passeio já tá agendado.

        Aqui em Brasília, até onde sei, não fizeram isso. E aí se põe mais uma barreira para que a coisa seja bem-sucedida.

  21. Venax disse:

    “Nota zero para o governo federal.” Comentário brilhante Flávio. Nossos governantes só sabem fazer de conta que governam com seriedade mas na verdade querem apenas se perpetuar no poder. Tem sido assim a anos e infelizmente nada vai mudar. Cuidar de museus não dá votos, mas construir estádios de futebol sem utilidade sim. O Estádio Nacional de Brasília vai ser o mais caro de toda Copa 2014 e aqui nem temos futebol.

  22. Squa disse:

    É até ironico este post, em relação ao anterior.

  23. Conde disse:

    e dá-lhe Copa do Mundo ! ninguém quer sber do Nasser , mas todos sabem se o Ronaldo soltou um pum . que pobreza …realmente sinto muito .

  24. João Alves Ribeiro disse:

    País lindo. Povo trabalhador e ordeiro. Políticos de merda.

  25. João Alves Ribeiro disse:

    Todos as pessoas de bem deveriam abandonar este país, não temos mais políticos sérios são todos iguais ou seja um nada. Meu voto sempre será branco em todas as eleições. Ou seja o que eles são: Nada.

  26. Ricardo Cunha disse:

    Cultura e História não são o forte desse governo…

  27. Marcao disse:

    Vc manda e-mail e nada acontece… vc reclama nas midias digitais e nada… o raiva ! Na verdade tao se f… para o que a gente pensa !!!

  28. Artur Claudino disse:

    Boa noite, Flávio. Eu sei que não tem nada a ver escrever esse comentário nesse post, mas gostaria, se possível, que você lesse a matéria a seguir: http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,6,3589745,Cerca-de-80-moradores-espancam-traficantes-na-Barra-da-Lagoa-em-Florianopolis.html

    Aqui em Floripa, num bairro tradicional de colonização açoriana, a população se revoltou e resolver fazer com as próprias mão. Cerca de 80, a maioria encapuzados, espancaram um grupo de cerca de 10 traficantes.

    Gosto muito dos seus textos e de sua forma de pensamento, por isso seria muito interessante saber o que você a pensa sobre isso. Para mim, claro.

  29. Antonio Carlos disse:

    Passei hoje em frente indo pro trabalho.
    Amanhã dou uma parada.
    Vamo dar uma força.

  30. galileu disse:

    puro descaso com a nossa história automobilística, absurdo dos absurdos um tecnocrata de mda querer um espaço já ocupado pelo museu apenas para deposito de papeis velhos, os caras são tão arcaicos que quando eles forem destruir esses papéis , irão tirar 2 cópias xerox de cada um.
    não é atoa que somos um povo desmemoriado, esquecemos fácil quem nos bate, nos rouba, nos sacaneia com leis idiotas, e por aí a fora.

  31. João Daniel disse:

    Insensíveis ou inservíveis?

  32. Max disse:

    Flavio, esquece.
    Se vc estiver oferecendo dinheiro para os políticos, eles te ouvem. Se oferecer algo que seja bom para a sociedade, te ignoram. Nem pensam em lucrar “politicamente”, fazer um marketing com isso.
    5 anos atrás, a Cultura Inglesa de Brasília resolveu se livrar da biblioteca que eles tinham. O negócio é que essa biblioteca, montada durante anos por uma bibliotecária extremamente competente e apaixonada (Soraya Lacerda, hoje na CNI) era simplesmente a maior biblioteca de literatura inglesa da América Latina.
    A Soraya juntou alguns amigos para tentar falar com alguém do Governo do Distrito Federal, algum deputado distrital, alguém da Secretaria de Cultura para que essa biblioteca não saísse da Capital, mas ninguém quis sequer recebê-la. Por fim, uma funcionária da Secretaria de Cultura “aceitou” receber os livros, que estão estocados sabe-se lá em que condições em algum porão de algum prédio público por lá. Há até edições raras, doadas por embaixadas de países de língua inglesa ao redor do mundo, que deveriam estar sendo muito bem preservadas, e nada.
    Dá para ver o nível de interesse que existe em algo ligado à cultura ou à educação, né?!

  33. Marcelo disse:

    Prioridade é o museu do FUTIBOR, o resto que se fod…

  34. Carlão disse:

    O governo, que leva anos pra qualquer boabgem, como tapar um buraco na rua, agora age rapidamenete para desocupar um predio, nem ao menos tenta uma conversa amigavel. Chega a um acordo ???
    DILMA, que que você tá fazendo aí ???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>